— NOTÍCIAS

Filmes participam da Programação Visibilidade Negra da Casa do Lago

Não perca!



Em novembro a parceria com a Ecofalante Universidades está orientada à Visibilidade Negra. Não perca os próximos filmes:

 

A Grande Ceia Quilombola - 21/11 - 12h – 52’

O filme retrata o Quilombo de Damásio, que tem se valido há séculos de uma estrutura social em que se privilegia o trabalho coletivo para a extração e o cultivo de alimentos. Direção: Ana Stela Cunha e Rodrigo Sena

 

Terras que Libertam - histórias dos Cupertinos - 23/11 – 12h – 52’

Um movimento de liberdade com a liderança dos irmãos Júlio Cupertino e Jaime Cupertino, insurgentes em consciência negra no sentido de nascer e viver nas terras ancestrais quilombolas da Caatinga. Direção: Diosmar Filho e Harrison Araújo

 

Hoje Sou Felicidade - 23/11– 13h – 20’

Em Hoje Sou Felicidade, Aldir Felicidade, negro, cadeirante, periférico e intérprete de samba 14 vezes campeão de desfile das escolas de samba no carnaval de Recife, conta: se faz samba, não é apesar das dificuldades, mas para enfrentá-las. Direção: João Luís e Tiago Aguiar

 

Mulheres na Conservação - 23/11 – 14h – 46’

Mulheres na Conservação lança um olhar delicado e sensível sobre a vida e o trabalho de sete heroínas da luta ambiental. O documentário faz um recorte desse universo feminino que está à frente de ações e estudos sobre Conservação e Meio Ambiente no Brasil. Direção: Paulina Chamorro e

João Marcos Rosa

 

Yuxiã - 23/11 – 15h – 25’

Txana Mashã está aprendendo a usar o poder da medicina da floresta e do nixi pae para se tornar um yuxiã, o pajé-espírito mediador entre os humanos e os seres encantados.

Direção: Nawa Siã e Siã Inubake

 

Injustiça Climática - 24/11 – 12h  - 82’

Vinculando a devastação do desastre natural ao desastre antrópico do racismo estrutural, o filme investiga uma das indústrias de maior crescimento das últimas décadas: a indústria de preparação para emergências e desastres. Direção: Judith Helfand

 

Entrada gratuita